O que havia na casa da minha avó

Photo by Skiathos Greece on Unsplash

Na casa da minha avó havia horta. Havia codornas e ovinhos de codorna. Havia rosas e roseira. Havia jabuticabas e pé de jabuticaba. Havia marimbondos. Havia ninho de marimbondo. Havia piso de caquinho vermelho. Havia balas, às vezes com formiga. Havia filtro de barro. Havia frango assado. Havia nhoque. Havia macarrão. Havia fogão e geladeiras azuis. Havia cortina com estampa de coqueiro. Havia colcha de chenille. Havia boneca Susi da Estrela. Havia penteadeira. Havia cristaleira. Havia jogos de ludo e pega-vareta. Havia mantas. Havia pernilongos. Havia rancho. Havia balancinha no rancho.

Vi casas maiores e mais caras, vi de tudo um pouco e nunca vi nenhuma casa que tivesse esse improvável aspecto de ser o melhor lugar do mundo. Mas a dela tinha.

A casa da minha avó tinha a sala impecável, arrumada, perfumada e sem pó, mesmo que a faxineira só a visitasse duas vezes por mês.

As flores nunca ficavam com sede, os vidros nunca ficavam embaçados, os quadros nunca ficavam tortos.

Aos domingos, a família inteira era presente. Na mesa de madeira eu me sentava e esperava. Não podia fazer nada que não fosse esperar. E então começava: experimenta um pedacinho desse bolo. E esse pão fresco. Com geleia. Tem de uva e de morango. Coloca requeijão também. Um suco de caju. Um Nescau quente. Manteiga Aviação. Queijo e presunto. Não importava se eram 9h15, 14h30 ou 19h em ponto. Não importava.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s