Quando é que você vai casar?

Toda vez que encontro X ela me faz essa mesma pergunta. Eu até evito encontrá-la por causa disso. Já respondi: “quando Deus quiser”, “quando meu companheiro quiser”, “não sei”, “vai demorar”, “acho que nunca”. Engraçado que nunca respondi: “quando eu quiser”.

O problema não está em X, na pergunta, nem no casamento. O problema está no quando.

Para ela, o casamento é um fato: ele vai acontecer, só lhe resta saber quando. Mesmo sem querer, essa sua certeza presunçosa me incomoda. Que tal, da próxima vez, perguntar se eu quero casar. Eu explano a minha opinião sobre a vida a dois, conta-conjunta e todo o resto e você contra-argumenta sobre a vida a dois e todo o resto. A conta-conjunta fica pra outra hora.

Não vou casar, amiguinha X. Não tenho dinheiro (hoje) suficiente para esse investimento e, mesmo se tivesse (hoje) verba sobrando, não é algo que almejo (hoje).

O vestido, a festa, os convidados, as músicas, a cerimônia, a aliança. Tudo muito lindo. Mas hoje não. Concordo com a atriz Rosi Campos: “Nunca quis casar, sempre achei cafona. Mas choro em todos os casamentos a que vou”. Só consigo pensar: que honra ter sido parte de um momento tão marcante para alguém que quero tão bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s